facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Devolvida autonomia ao Conselho da Magistratura para processar salários

min justica

O Ministério da Justiça (MJ), o Conselho Superior da Magistratura (CSM) e os Tribunais da Relação assinaram hoje uma adenda a um protocolo que devolve a autonomia ao CSM para realizar o processamento das remunerações dos magistrados.

Noticia completa aqui.

in Noticias ao Minuto | 28-06-2016

Também com interesse
Ordem dos advogados com desvio de um milhão em ano de eleições
Relatório do último ano de Elina Fraga apresenta gastos nos 90 anos da Ordem, segunda volta das eleições e conferências.
Taxas moderadoras. Provedor de Justiça recebeu cinco vezes mais queixas
Provedoria diz que governo não respondeu a recomendações. Tutela diz que não há atraso e que vai rever regime das taxas no próximo ano.
Quer emprego? Vá à Faculdade de Direito.
Sob o mote “O teu futuro começa aqui”, o Núcleo de Estudantes de Direito da Associação Académica de Coimbra (NED/AAC) realiza a quinta edição do ProIUS – Feira de Empre
Expulsos 34 agentes de execução por apropriação de dinheiro
Em três anos, 34 advogados e solicitadores foram demitidos de funções por apropriação ilícita de dinheiro de cidadãos alvos de penhoras. Troika impôs criação de novo organismo de fiscalização.
Governo cria nova comissão nacional para proteção das crianças e Jovens
O Conselho de Ministros fez hoje a aprovação final da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, que substitui a anterior comissão e reforça a cap
Saiba como se proteger dos inquilinos que não pagam as rendas
As soluções propostas pelas imobiliárias garantem o pagamento de rendas até 3.500 euros mensais e até 12 meses.
Senhorios: Prazo de entrega de recibos a terminar, multas à vista
Os senhorios têm até 31 de dezembro para entregar ao Fisco uma declaração anual de rendas. Quem não o fizer até à data limite pode enfrentar multas que vão desde os 150 aos 3.750 euros.
Consultores fiscais vão ser sujeitos a regras mais apertadas
Bruxelas quer apertar a margem de manobra de consultores, contabilistas, bancos ou advogados quando prestam serviços de planeamento fiscal para ajudar os respectivos clientes a pagar menos impostos.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro