facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Empresas têm de avisar fisco 15 dias antes para deixar de pagar IVA nas alfândegas

As empresas que optem pela liquidação automática do IVA nas importações têm que fazer um pedido prévio ao fisco, com 15 dias de antecedência, que analisará se cumprem as regras para que isso aconteça, segundo uma portaria publicada hoje.

financas

Noticia completa aqui.

in Sapo 24 | 20-07-2017

 

Consulte o diploma aqui: Portaria n.º 215/2017, de 20 de julho

 

Também com interesse
Segurança Social assegura não propor planeamento familiar
O Instituto da Segurança Social garante que os seus técnicos não fazem aconselhamento de planeamento familiar. E desmente as denúncias feitas por associações da sociedade civil e por famílias segundo as quais há elementos da Segurança Social
Arranca hoje curso para 400 novos guardas prisionais. Sindicato quer o dobro
O presidente do Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional avisa que só a entrada de 800 guardas poderia resolver as falhas de vigilância nas cadeias portuguesas.
IVA de caixa entra em vigor no último trimestre
Regime foi publicado em Diário da República nesta quinta-feira e faz parte da estratégia do Governo para o crescimento.
Data das eleições autárquicas já foi publicada em Diário da República
A data das eleições autárquicas já foi publicada em Diário da República, oficializando o dia já anunciado pelo Governo: 1 de Outubro.
Quer comprar uma casa sem ninguém saber? Em Portugal é fácil
Estudo financiado pela UE e coordenado pela TIAC conclui que os bancos até cumprem a lei em Portugal, mas advogados e imobiliárias parecem ignorar regras para evitar branqueamento de capitais.
Função pública: subsídio de refeição sobe em agosto mas aumento paga IRS
Depois de aumentar em janeiro, o subsídio de refeição pago no Estado volta a subir 25 cêntimos por cada dia de trabalho. Porém, este segundo aumento será sujeito a IRS e a descontos.
Maioria aplaude novidades, mas juízes mostram reservas
Advogados, procuradores e funcionários judiciam consideram positiva a reabertura de tribunais. Juízes temem que aumento das deslocações afecte produtividade.
Justiça gasta mais em cartas e rendas que em apoio judiciário
Só em correspondência dos tribunais de primeira instância foram gastos 31,7 milhões de euros em 2012, revelam contas do Instituto de Gestão Financeira da Justiça.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro