facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Videovigilância. Governo quer polícias a aceder a imagens em tempo real

Governo vai avançar com proposta que autoriza PSP e GNR a acederem a imagens de videovigilância em espaços privados de uso público em tempo real, alegando necessidade de prevenir crimes.

video vigilancia

Noticia completa aqui.

in Observador | 18-08-2017

 

Também com interesse
O que muda nas pensões
Conheça as regras da nova Contribuição Extraordinária de Solidariedade. O diploma foi hoje publicado em Diário da República.
Justiça investiga contratos com cláusulas abusivas em bancos e seguradoras
O Ministério Público está a investigar cerca de 150 empresas suspeitas de terem clausulas abusivas nos seus contratos. A maioria são bancos e seguradoras, avança hoje o Diário de Notícias.
Governo de Timor ordena expulsão de magistrados portugueses
O Governo de Timor-Leste ordenou aos serviços de migração a expulsão dos funcionários judiciais internacionais, incluindo cinco juízes, um procurador e um oficial da PSP de nacionalidade portuguesa.
Tribunal Constitucional volta a detetar irregularidades nas contas dos partidos
O Tribunal Constitucional voltou a encontrar irregularidades e ilegalidades nas contas de quase todos os partidos com assento parlamentar. Desta vez foi nas contas das legislativas de 2011.
Regulador da aviação civil quer alterar regulamento dos drones
O regulador da aviação civil quer alterar o regulamento que norma a operação dos drones. A Autoridade Nacional da Aviação Civil diz que a aposta no imediato vai para a prevenção e sensibiliza&cc
O que muda na Função Pública com o novo horário e regime de qualificação
Novo sistema pretende reforçar as competências dos trabalhadores. Mas diploma permite despedimentos com 12 meses de inactividade.
Magistrados admitem que falta formação a juízes e procuradores para lidar com crimes económicos
“Ainda há um longo caminho a percorrer", diz o presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público.
Pena de morte ainda é aplicada em 20 países
A pena de morte não tem lugar no século XXI, afirmou hoje nas Nações Unidas o relator especial da ONU sobre execuções extrajudiciais, sumárias e arbitrárias, ao destacar que 20 países no

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro