facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Clique e Receba os nossos Destaques no seu Email.

Subscreva a Newsletter e receba os nossos destaques no seu email.

Noticias

Provedor investiga subidas excessivas do IMI

provedor justicaContribuintes queixam-se do aumento excessivo do IMI e da falta de rigor nas avaliações. Alfredo de Sousa averigua.

A preocupação dos contribuintes portugueses com a avaliação geral dos prédios urbanos, em curso, levou o Provedor de Justiça a determinar a realização de um inquérito para apurar as deficiências da reforma da tributação do património. Alfredo José de Sousa justifica com o aumento de queixas junto da Provedoria desde o início do ano passado. Aumento excessivo do valor patrimonial (VPT) dos imóveis e do imposto a pagar, "alegada falta de rigor" das avaliações e "custos exagerados" das segundas avaliações são as principais críticas apontadas pelos contribuintes nas queixas analisadas pela Provedoria.


"Em meados de 2012, eram já muitas as vozes que davam conta de diversos motivos de descontentamento com o processo de avaliação geral. Foi assim que entendi determinar a abertura de outro processo, destinado a conhecer o estado, a evolução e os resultados do processo de avaliação geral em curso", revelou ontem o Provedor de Justiça no Observatório da Fiscalidade Portuguesa subordinado ao tema da "Tributação do Património Imobiliário", promovido pelo Diário Económico, pela Associação Fiscal Portuguesa e pela da Ordem dos Técnicos de Contas (OTOC).

in Económico | 10-04-2013 | Lígia Simões

Também com interesse
Imposto sobre heranças deverá ficar de fora do próximo orçamento
O imposto sobre heranças de elevado valor deverá ficar de fora do Orçamento para o próximo ano. A justificar essa ausência estarão a elevada complexidade técnica e a baixa rentabilidade do imposto.
Presos recusam sair em liberdade por causa da crise
Em boa parte dos casos a recusa de sair da prisão é culpada crise em que o país está mergulhado. Mas existem outros motivos para um preso recusar a liberdade.
Financiamento colaborativo limitado a dez mil euros por pessoa
Já há limites para a participação em campanhas feitas em Portugal de financiamento colaborativo que funcionem por empréstimo ou por participação em capital da empresa (uma modalidade frequenteme
IRS: independentes têm de preencher novo anexo na declaração
Anexo será enviado pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) à Segurança Social.
Ministra da Justiça alerta advogados para necessidade de acompanharem transformações sociais
A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, alertou hoje os advogados para a necessidade de terem de acompanhar as transformações que se verificam na sociedade, de modo a garantir a liberdade e a segurança dos cidad&atil
Governo avança já este ano com programa de rescisões para professores
Definição das regras das rescisões para os professores pode vir a ser publicada em Outubro.
Novos estatutos das ordens estão aprovados. Mas nem tudo é positivo
Os novos estatutos das ordens dos enfermeiros, médicos, dentistas e farmacêuticos já estão aprovados, mas as alterações ficaram aquém do esperavam algumas organizações.
Há cada vez mais pais trabalhadores a pedir horário flexível
Desde de 2011 que entrou em vigor uma medida que obriga as entidades patronais a dar um horário flexível aos pais trabalhadores com filhos com menos de 12 anos ou com doença crónica ou deficiência, avança o P&

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro