facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Advogados com dívidas à caixa passam a ter gastos controlados

Caixa de Previdência tem dívida de 132 milhões para cobrar. Advogados que não paguem por falta de património serão declarados insolventes. Desde abril que o novo líder da CPAS ordenou cobranças coercivas.

cpas

Noticia completa aqui.

in Diário de Noticias | 04-08-2017

 

Também com interesse
Mais de 11 mil funcionários públicos reformam-se até julho
Até julho serão mais de 11 mil os funcionários públicos que se irão reformar. Segundo o Diário Económico, comparativamente ao ano passado, são menos 123 os trabalhadores que param de trabalhar.
Contratos deixam de poder ser celebrados por telefone
Os contratos deixam de poder ser efectivados por telefone, passando a ser obrigatória a assinatura do consumidor ou o envio do consentimento informado.
Governo estuda revisão do Estatuto dos Militares
O Parlamento debate esta terça-feira um projeto de lei do PCP que visa alterações ao Estatuto dos Militares das Forças Armadas para facilitar a passagem à reserva, a progressão nas carreiras e introduzir melh
Professores podem pedir reembolso da PACC a partir desta sexta-feira via Internet
Os professores que queiram pedir a devolução do valor pago pela Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades (PACC), extinta pelo Parlamento, podem fazê-lo via internet.
Bancos obrigados a enviar extratos de créditos pessoal, automóvel e cartão
Os bancos estão obrigados, a partir desta quarta-feira, a enviar regularmente aos clientes os extratos dos contratos de cartões de crédito, crédito pessoal e crédito automóvel, segundo anunciou o Banco de Por
4700 condutores em risco de ficar sem carta
Foram notificados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Caso cometam mais uma infração grave ou muito grave, ficam sem carta de condução durante dois anos.
Mais de 180 mil inquéritos entraram na Procuradoria Geral em 12 meses
Um total de 182.350 inquéritos criminais deram entrada na Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) entre 01 de setembro de 2014 e 31 de agosto de 2015, revelou hoje o organismo.
E pela terceira vez o governo falhou o prazo
Governo ainda não publicou a lista dos contribuintes de IRC que usufruíram de benefícios fiscais em 2013.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro