facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Proprietários podem, a partir de hoje, pedir relatório sobre imóveis devolutos

predio habitacao“Os prédios degradados são um risco para a segurança e uma vergonha nacional”, diz director da Invest Lisboa.

Consciente da quantidade excessiva de imóveis devolutos e degradados em Lisboa, a Invest Lisboa, em parceria com a RegenUrb (empresa que opera na área da reabilitação urbana e marketing territorial) e a Matelier (arquitectura, urbanismo e interiores), lançou o Consultório de Imóveis, um projecto inédito que visa disponibilizar gratuitamente um relatório técnico com propostas sobre as melhores maneiras de os rentabilizar. Arranca hoje a primeira etapa do projecto.

Para o director executivo da Invest Lisboa, Rui Coelho, a urgência por esta iniciativa é flagrante, “porque há em Lisboa uma quantidade enorme de imóveis devolutos e degradados que são um risco para a segurança das pessoas, uma mancha na paisagem urbana, uma vergonha nacional e porque há muita gente a precisar de espaços para habitar ou para estabelecer os seus negócios e empresas”, desabafa ao i. O profissional ainda vai mais longe: “Há muitos imóveis fechados que não estão a ser aproveitados. Trata-se de uma gigantesca ineficiência para a nossa economia, um enorme desperdício”. Além disso, acredita que, em parte, a falta de reabilitação, para além de muitas outras causas, também se deve à falta de informação sobre os instrumentos existentes e aos preços de mercado.

Rui Coelho confessa que não foi difícil concretizar este projecto, graças ao apoio imediato e gratuito dos parceiros técnicos. No entanto, como ainda está no princípio, reconhece que ainda terão de ultrapassar várias barreiras. “Acreditamos que o projecto faz todo o sentido, mas estamos a correr um risco pois não sabemos se terá adesão dos proprietários”, sublinha, chamando a atenção para as mais valias do Consultório de Imóveis, tanto para proprietários e investidores, como para a própria cidade de Lisboa. “Para os proprietários é ficarem com um relatório técnico sobre os seus imóveis, gratuito, que lhes dará pistas de como transformar um problema numa solução”. O responsável explica que o simples facto de um prédio ter um relatório poderá valorizá-lo, situação que não acontece sem informação sistematizada. No caso de os investidores, a vantagem passa pelo facto de poderem passar a ter informação sobre imóveis, permitindo-lhes investir nos mesmos. Já para a cidade, “cada imóvel que for reabilitado será uma mais- -valia”.

Como o Consultório de Imóveis não tem capacidade para abranger toda a cidade, numa primeira fase, vai focar-se na zona histórica da capital, que “terá um maior número de imóveis devolutos e um maior interesse turístico. É o caso de Alfama, Baixa, Bairro Alto, Príncipe Real, Graça, Mouraria e Intendente”.

O projecto desenvolve-se em várias etapas, sendo que a primeira arranca hoje e vai até ao dia 24 de Maio. Neste período, os proprietários devem submeter os seus imóveis à análise dos peritos. A seguir, será feita uma análise preliminar e a selecção do imóvel. Em terceiro lugar, é elaborado o relatório. E só a seguir é que a RegenUrb e a Matelier fazem a apresentação presencial do mesmo. Por fim, o proprietário já tem meios de decidir o que fazer para rentabilizar o seu imóvel.

in  ionline | 22-04-2013 | Solange Sousa Mendes

Também com interesse
Mais de metade do que paga de luz é para 'taxas e taxinhas'
Certamente já olhou para a sua fatura da luz e assegurou que não tinha consumido energia suficiente para que tivesse de pagar um preço tão elevado. E provavelmente tem razão pois, como informa esta terça-feira o jornal i, mais de metade do que
Cúpula dos juízes denuncia falta de estatuto que garanta “independência
Órgão máximo dos juízes junta-se às críticas do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) que terça-feira acusou o Governo de querer condicionar a independência do MP.
Credor vai poder saber se devedor tem bens antes de intentar acção executiva
Informação consta do relatório do Fundo Monetário Internacional divulgado esta quarta-feira, que elogia as mudanças feitas na área da Justiça.
Informação Empresarial Simplificada: Entrega alargada até 22 de julho
O Ministério das Finanças (MF) anunciou que prolongou até 22 de julho a data limite para a entrega da declaração da Informação Empresarial Simplificada (IES), cujo prazo terminava a 15 de julho, sem
Como evitar pagar imposto de carros que já não tem
Contribuintes só deixam de ter o carro em seu nome se houver transferência de propriedade ou anulação de matrícula.
Magistrados do MP aplaudem tendência para maior celeridade
E criticam que actos sejam arquivados por taxas não serem pagas
Concurso para Auditores de Justiça.
Foram publicados em Diário da República os Despachos que autorizam a abertura de concursos para Auxiliares de Jurtiça, num total de 126 lugares.
Armas apreendidas pela GNR duplicaram em relação a 2012
A Guarda Nacional Republicana (GNR) apreendeu 1.334 armas de fogo no primeiro semestre deste ano, representando um aumento de 49% em relação a igual período de 2012, segundo dados fornecidos pela corporação à agência Lusa.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro