facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Proprietários podem, a partir de hoje, pedir relatório sobre imóveis devolutos

predio habitacao“Os prédios degradados são um risco para a segurança e uma vergonha nacional”, diz director da Invest Lisboa.

Consciente da quantidade excessiva de imóveis devolutos e degradados em Lisboa, a Invest Lisboa, em parceria com a RegenUrb (empresa que opera na área da reabilitação urbana e marketing territorial) e a Matelier (arquitectura, urbanismo e interiores), lançou o Consultório de Imóveis, um projecto inédito que visa disponibilizar gratuitamente um relatório técnico com propostas sobre as melhores maneiras de os rentabilizar. Arranca hoje a primeira etapa do projecto.

Para o director executivo da Invest Lisboa, Rui Coelho, a urgência por esta iniciativa é flagrante, “porque há em Lisboa uma quantidade enorme de imóveis devolutos e degradados que são um risco para a segurança das pessoas, uma mancha na paisagem urbana, uma vergonha nacional e porque há muita gente a precisar de espaços para habitar ou para estabelecer os seus negócios e empresas”, desabafa ao i. O profissional ainda vai mais longe: “Há muitos imóveis fechados que não estão a ser aproveitados. Trata-se de uma gigantesca ineficiência para a nossa economia, um enorme desperdício”. Além disso, acredita que, em parte, a falta de reabilitação, para além de muitas outras causas, também se deve à falta de informação sobre os instrumentos existentes e aos preços de mercado.

Rui Coelho confessa que não foi difícil concretizar este projecto, graças ao apoio imediato e gratuito dos parceiros técnicos. No entanto, como ainda está no princípio, reconhece que ainda terão de ultrapassar várias barreiras. “Acreditamos que o projecto faz todo o sentido, mas estamos a correr um risco pois não sabemos se terá adesão dos proprietários”, sublinha, chamando a atenção para as mais valias do Consultório de Imóveis, tanto para proprietários e investidores, como para a própria cidade de Lisboa. “Para os proprietários é ficarem com um relatório técnico sobre os seus imóveis, gratuito, que lhes dará pistas de como transformar um problema numa solução”. O responsável explica que o simples facto de um prédio ter um relatório poderá valorizá-lo, situação que não acontece sem informação sistematizada. No caso de os investidores, a vantagem passa pelo facto de poderem passar a ter informação sobre imóveis, permitindo-lhes investir nos mesmos. Já para a cidade, “cada imóvel que for reabilitado será uma mais- -valia”.

Como o Consultório de Imóveis não tem capacidade para abranger toda a cidade, numa primeira fase, vai focar-se na zona histórica da capital, que “terá um maior número de imóveis devolutos e um maior interesse turístico. É o caso de Alfama, Baixa, Bairro Alto, Príncipe Real, Graça, Mouraria e Intendente”.

O projecto desenvolve-se em várias etapas, sendo que a primeira arranca hoje e vai até ao dia 24 de Maio. Neste período, os proprietários devem submeter os seus imóveis à análise dos peritos. A seguir, será feita uma análise preliminar e a selecção do imóvel. Em terceiro lugar, é elaborado o relatório. E só a seguir é que a RegenUrb e a Matelier fazem a apresentação presencial do mesmo. Por fim, o proprietário já tem meios de decidir o que fazer para rentabilizar o seu imóvel.

in  ionline | 22-04-2013 | Solange Sousa Mendes

Também com interesse
Pagamentos em dinheiro serão limitados a 3 mil euros
O Parlamento ignorou um parecer do BCE relativo à lei que limita os pagamentos em dinheiro vivo a 3.000 euros e vai levar o diploma a votação quase sem alterações, escreve o Jornal de Negócios.
Indemnização
Bettencourt Picanço diz que Governo apresentará até 13 de Abril um projecto sobre o início das rescisões na Função Pública.
Governo vai dar tolerância de ponto no dia da visita do Papa
Os funcionários públicos terão tolerância de ponto a 12 de Maio, dia em que o Papa chega a Portugal. Os bispos e as forças de segurança já foram informadas desta decisão, segundo o Correio da Man
Tribunal de Contas cria equipa de auditoria às privatizações
O Tribunal de Contas (TC) criou uma equipa de auditoria às privatizações, que vai elaborar relatórios anualmente, segundo um despacho do TC publicado hoje em Diário da República.
Apenas 15% dos deputados não deram faltas no último ano
Só 34 deputados é que marcaram presença em todas as 109 sessões plenárias na Assembleia da República. Segundo dados do parlamento, apenas 15% dos deputados não deu faltas no último ano.
Famílias substituem insolvências por planos de pagamento de dívidas
As insolvências de particulares caíram em 2015, escreve o Público. As famílias estão a recorrer mais a planos de pagamento mediados pelo Tribunal, segundo os dados do Instituto Informador Comercial, citados pelo jo
Abusos sexuais: há juízes que só acreditam se a “criança chorar”
Catarina Ribeiro, psicóloga do Instituto de Medicina Legal, estudou perspectivas de juízes e procuradores. Tese de doutoramento conclui que crenças e preconceitos influenciam a forma como decidem processos de abuso sexual intrafa
Tribunais passam a contar com mais 400 oficiais de justiça
Medida estava prevista no Orçamento do Estado para 2017 e vai permitir reforçar os meios humanos nos tribunais.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro