facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Empresas obrigam mulheres a garantir que não vão engravidar durante cinco anos

criancasEsta quarta-feira há reunião dos grupos de trabalho da Comissão Permanente de Concertação Social sobre natalidade. No Parlamento, Verdes recomendam que Governo garanta “com minucioso rigor", que nenhuma mulher, grávida ou puérpera, é despedida. Já o PCP quer licenças parentais pagas a 100 por cento mesmo na versão alargada dos 180 dias.

Noticia completa aqui: http://www.publico.pt/sociedade/noticia/empresas-obrigam-mulheres-a-comprometeremse-nao-engravidar-durante-cinco-anos-1659460

in Público | 18-06-2014

Também com interesse
Estigma acerca da insolvência desapareceu com a crise
O aumento de insolvências fez perder "o estigma social" sobre estes processos e compreender que podem ser uma "solução viável" para o endividamento excessivo, defende o advogado e autor de um livro que pretende ensinar a gerir melhor os rendiment
Começaram as mudanças para instalar em Santarém uma “cidade judiciária”
O actual tribunal judicial também vai ser adaptado e passará a ter apenas os processos-crime e a instrução criminal para todo o distrito.
Morada única digital disponível até ao final do ano
O diploma que cria a morada única digital foi publicado em Diário da República, mas ainda precisa de regulamentação de cada um dos ministérios. O sistema informático é disponibilizado até
 Estão a aumentar os casos de tensão e conflito nos serviços de Finanças
Numa das situações mais recentes, uma confusão num serviço de Finanças do Porto motivou inclusivamente a chamada do corpo de intervenção da PSP.
Madeira adapta código com benefícios fiscais para investimentos até 2020
O Código Fiscal do Investimento da Região Autónoma da Madeira, hoje publicado no Diário da República, prevê a concessão de benefícios fiscais até 2020 para projectos a partir dos 500 mil
Saiba como é que vão ser pagos os subsídio de férias
O acerto nas tabelas de retenção na fonte será feito no final do ano.
Saiba como pagar o IRS em prestações
Contribuintes podem pedir às Finanças para pagar o IRS em prestações.
2016: Cortes salariais podem escapar a fiscalização
Cavaco Silva tem até quarta-feira para decidir se envia para o Tribunal Constitucional o diploma que reintroduz cortes salariais na função pública e trabalhadores do Estado.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro