facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Tribunais cinco dias sem sistema informático

tribunalEstava previsto que o CITIUS estivesse desactivado apenas durante o último fim-de-semana do mês, para serem feitas as alterações necessárias à entrada em vigor do novo mapa judiciário. Mas a página do sistema informático do Ministério da Justiça avisa hoje que o CITIUS estará em baixo desde esta terça-feira a domingo.

Noticia completa aqui.

in SOL | 26-08-2014 | Margarida Davim

Também com interesse
Processos pendentes nos tribunais de 1ª instância diminuíram 13,3% em 2016
Os processos pendentes nos tribunais judiciais de primeira instância diminuíram 13,3% em 2016 face a 2015, tendo sido a taxa de resolução processual a mais elevada dos últimos 20 anos, revelou hoje o Ministéri
Despesas de saúde com IVA a 23% já são dedutíveis
Alterações à lei do IRS foram hoje publicadas em Diário da República, com efeitos retroativos a 1 de janeiro, para permitir aos contribuintes a dedução das despesas de saúde com receita mé
10 mil advogados com dívidas não podem fazer oficiosas
João Alves, 35 anos, inscrito na Ordem dos Advogados (OA) há dez, vai pagando as quotas conforme o estado das suas finanças. "Nunca pago certinho e muito menos em dias fixos. Há duas semanas, quando dei por mim já tinha cinco meses em atraso".
Juízes querem funcionários públicos a ajudar nos tribunais
Conselho Superior da Magistratura lança manual de boas práticas para acabar com 1 milhão e 100 mil ações de cobrança de dívidas nos tribunais. Agentes de execução serão mais vigiad
Cartões de cliente: o que as lojas ganham com os seus dados pessoais
Oferecem descontos mas, em troca, registam milhões de dados que permitem traçar perfis de consumidores. Informação valiosa num mercado cada vez mais competitivo.
 Ministério da Justiça ameaça romper negociações com guardas prisionais
Maior sindicato do sector avisa que vai convocar pelo menos 13 dias de greve: “daqui para a frente vão ser meses complicados nas prisões portuguesas”.
Governo aperta controlo ao recrutamento na Função Pública por decreto
Decreto-lei de execução orçamental impõe um maior controlo no recrutamento de trabalhadores face ao que está previsto no orçamento deste ano, tal como na gestão das empresas públicas.
O que é preciso, a partir de hoje, para dar aulas
As novas regras que definem as habilitações profissionais para poder dar aulas aos alunos do ensino obrigatório foram hoje publicadas em Diário da República.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro