facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Governo reconhece seca severa no continente, desde 30 de junho

O Governo reconheceu esta segunda-feira a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado em Diário da República.

agricultura

Noticia completa aqui.

in Observador | 24-07-2017

 

Também com interesse
Médicos conquistam incentivos para irem para zonas sem clínicos
Um vencimento superior em 40%, mais férias e preferência na colocação do cônjuge são alguns dos incentivos à mobilidade geográfica para zonas carenciadas de trabalhadores médicos, reunidos
Empresas que passem estagiários para o quadro recebem até 2.700 euros
Foram finalmente publicadas as novas regras sobre os estágios profissionais. A duração mantém-se nos nove meses, quem tem mestrado e doutoramento vai ganhar mais e é concedido um prémio até 2.700 euros
Apoio ao arrendamento jovem com fraudes de três milhões de euros
Documentos falsificados ou falsos recebidos de renda motivaram os pedidos de devolução, cujo valor foi anunciado pelo pelo presidente do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana , Vitor Reis.
Sindicatos alertam que há funcionários públicos a ser chamados para “simularem” avaliação
Os sindicatos da função pública alertam que há trabalhadores que estão ser chamados pelos serviços para “simularem” a avaliação de desempenho que não foi feita nos últi
Justiça quer fechar casos mais antigos do fisco em dois anos
Grupo de trabalho criado pelo Ministério da Justiça apresenta esta quarta-feira propostas para tornar os tribunais mais eficientes e rápidos.  
Empresas têm de avisar fisco 15 dias antes para deixar de pagar IVA nas alfândegas
As empresas que optem pela liquidação automática do IVA nas importações têm que fazer um pedido prévio ao fisco, com 15 dias de antecedência, que analisará se cumprem as regras para que iss
Agentes judiciais (já) podem aceder às bases de dados públicas
Ficou hoje decidido, em Conselho de Ministros, que os administradores judiciais podem agora ter acesso às bases de dados públicas.
"Os novos sistemas de gestão que foram impostos não só facilitam muito a vida aos agentes de execução, como todo dinheiro que entra nos processos é devidamente identificado. Isso é extremamente importante", sublinha José Carlos Resende, presi

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro