facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Contratos públicos na mira da Concorrência

A Autoridade de Concorrência quer ter acesso a todas as propostas e não apenas à vencedora de um contrato público. Com a nova lei, que entra em vigor no início de 2018, passa a poder fazê-lo, escreve o Correio da Manhã.

dinheiro

Noticia completa aqui.

in Jornal de Negócios | 07-08-2017

 

Também com interesse
Avaliação das casas subiu em (quase) todo o país
O valor médio de avaliação bancária aumentou em julho 1,3% face a junho e 0,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior, informou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).
Maioria tem até 5ª-feira para apresentar proposta sobre SIRP
Os partidos da maioria têm até quinta-feira para entregar uma proposta conjunta, conforme decidido pelo PSD e CDS, que visa reforçar e apertar o controlo do regime de incompatibilidades, impedimentos e conflitos de interesses dos agentes e dirigen
Processos pendentes sobem quase 10 vezes em quatro décadas
O número de tribunais judiciais em Portugal passou de 208 em 1972 para 327 em 2011, segundo dados disponibilizados pela Pordata, mas durante o mesmo período os processos pendentes cresceram quase 10 vezes.
Serviços de saúde grátis? Marcas obrigadas a identificar-se e a usar letras grandes
Entidade Reguladora da Saúde colocou em discussão regras para acabar com publicidade enganosa. Letras têm de ser legíveis e deve existir um contacto para dúvidas.
Empresas obrigam mulheres a garantir que não vão engravidar durante cinco anos
Esta quarta-feira há reunião dos grupos de trabalho da Comissão Permanente de Concertação Social sobre natalidade. No Parlamento, Verdes recomendam que Governo garanta “com minucioso rigor", que nenhuma mulher, grávida ou puérpera, é desped
Professores Contratados contra pagamento 'absurdo' de taxas
A Associação Nacional dos Professores Contratados (ANVPC) insurgiu-se hoje contra o pagamento de taxas para a inscrição na avaliação dos professores contratados, imposto pelo Governo, considerando "um absurdo".
PGR acha 'razoável' que os magistrados se desloquem quando não há transporte
A Procuradora-geral da República (PGR) considerou hoje "razoável" que, em algumas situações em que "não haja transporte adequado" para as pessoas se deslocarem ao tribunal, sejam os magistrados a deslocarem-se, cabendo aos tribunais assumir esse
Famílias ajudaram a identificar empresas que fugiam aos impostos
As faturas com número de contribuinte pedidas pelos portugueses permitiram ao Estado identificar irregularidades em empresas nas declarações de rendimentos e respetivas contribuições a nível de impostos.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro