facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Protecção Civil vai ter novas regras

bombeirosNo documento a que a Renascença teve acesso, o Governo prepara-se para criar cinco agrupamentos distritais de coordenação, uma nova direcção nacional para gerir os meios aéreos e reforçar a inspecção de todo o sector.

O Governo vai criar cinco agrupamentos distritais de Protecção Civil, passando a ter um novo patamar de coordenação entre o comando nacional, em Lisboa, e os 18 distritos. Esta é a principal mudança da nova lei orgânica da Autoridade Nacional de Protecção Civil, que muito em breve irá a Conselho de Ministros.

Cinco agrupamentos distritais de coordenação, uma nova direcção nacional para gerir os meios aéreos e um claro reforço da inspecção de todo o sector são as três principais novidades que constam da nova lei orgânica, a que a Renascença teve acesso.

No que diz respeito à nova organização territorial, mantém-se o comando nacional na sede em Carnaxide, com os mesmos cinco elementos dirigentes.

Mantêm-se igualmente os 18 comandos distritais, de onde desaparece, no entanto, a figura de adjunto de comando, que é actualmente o número três de cada distrito e são criados os agrupamentos distritais de coordenação.

Esta perspectiva de coordenação supra-distrital é a grande novidade e fica dividida em cinco. O Norte, o Centro-Norte, o Centro-Sul, o Sul e ainda o agrupamento distrital do Algarve, que em bom rigor vai coordenar apenas o distrito de Faro. Cada um dos agrupamentos terá um comandante operacional, com a função de articular a actividade dos comandantes dos respectivos distritos.

De resto, é criada uma quarta direcção dentro da Autoridade Nacional de Protecção Civil, dedicada em exclusivo à gestão dos meios aéreos do Estado, actualmente ainda entregues à empresa de meios aéreos, já com ordem de extinção.

É dada uma outra dimensão às funções de inspecção de todo os sistema, bombeiros incluídos, que hoje em dia estão a cargo de um pequeno departamento e passarão a ser uma das principais vertentes da estrutura.

in RRenascença | 27-03-2013 | Celso Paiva Sol

Também com interesse
Crowdfunding em Portugal espera luz verde da CMVM
Regras gerais do financiamento aberto estão definidas, mas o regulador tem ainda de definir alguns pormenores. Entidade liderada por Carlos Tavares será responsável pela supervisão do sistema.
Segurança Social Direta 'inova' para facilitar interação
O portal 'online' da Segurança Social com duas novas funcionalidades que vão permitir maiores facilidades na interação com as entidades empregadoras, de modo a tornar o sistema mais eficaz, rápido e com menores cu
Comunicação prévia vai ser suficiente para avançar com obras
A partir de meados de janeiro, a comunicação prévia vai ser suficiente para avançar com obras após o pagamento das taxas, quando há definição das operações urbanísticas, segundo as alterações publicadas, esta terça-feira, ao Regime Jur
Presidente da República promulga lei que regula destino de embriões, espermatozoides e ovócitos congelados
O Presidente da República promulgou esta terça-feira, embora deixando reparos, o diploma do parlamento que regula a conservação e destruição de embriões, espermatozoides e ovócitos congelados pa
Justiça: 70 procuradores sob inquérito por deixarem prescrever processos
Metade dos 135 casos de negligência de magistrados diz respeito a violação do dever de zelo nos prazos. No total, houve sete procuradores que foram suspensos de funções.
Tribunal dos Direitos Humanos valida proibição de tapar rosto em público
O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TECH) confirmou hoje a proibição, na Bélgica, do uso de qualquer véu feminino que cubra, mesmo que parcialmente, o rosto em público, considerando unanimemente não tere
Turismo e hotelaria. O que muda ou fica mais simples?
A partir deste sábado, 1 de Julho, entram em vigor novas regras para as licenças e funcionamento dos empreendimentos turísticos, ao abrigo do programa Simplex +. Eis as mudanças em cinco pontos rápidos.
MAI altera regulamento disciplinar da PSP e quer eliminar aposentação compulsiva
O Ministério da Administração Interna pretende eliminar as penas disciplinares de repreensão verbal e aposentação compulsiva para os polícias.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro