facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Função pública: Quem pediu reforma este ano já não escapa aos cortes

admin publicaOs funcionários públicos e os pensionistas estão na linha da frente dos cortes que estão ser preparados pelo Governo e, na função pública, quem fez o pedido de reforma este ano «já não escapa», adianta o Jornal de Negócios desta terça-feira.

Os pedidos apresentados à CGA desde 1 de Janeiro que não sejam rapidamente aprovados arriscam penalização, refere o jornal explicando que uma alteração ao Estatuto da Aposentação determina que todos os pedidos de reforma desde o início do ano sejam calculados de acordo com a situação do funcionário no momento da aprovação da pensão.

Cada vez que o Governo anuncia alterações às regras de cálculo da Caixa Geral de Aposentações (CGA) incentiva uma corrida às reformas antecipadas, nota a fonte explicando que o peso das inconstitucionalidades do Orçamento recairá sobre os funcionários públicos.

Além das alterações ao regime de pensões, que têm maior incidência na CGA, haverá novas vias para dispensar pessoal e cortar nos salários. Nesse sentido, o Governo tem vindo a preparar várias medidas que ainda serão negociadas com a troika (BCE; CE e FMI).

in Dinheiro Digital | 16-04-2013

Também com interesse
Bruxelas apresenta hoje regras da iniciativa Emprego Jovem
A Comissão Europeia vai apresentar hoje as regras a aplicar à iniciativa Emprego Jovem, que consta da proposta de orçamento plurianual da União Europeia para 2014-2020, e que tem uma verba associada de seis mil milhões de euros.
A ministra da Justiça concedeu uma entrevista ao Jornal de Negócios na qual recusa descrever a Justiça como um bom aluno da troika, uma vez que apresentou o seu próprio programa aos credores.
Revisores de contas dizem que estatuto é inconstitucional
A Ordem dos Revisores Oficiais de Contas considera que o novo estatuto viola a Constituição e pretende que o Provedor de Justiça requeira essa inconstitucionalidade, assim como a ilegalidade de várias questões nas
Fisco pagou 635 milhões em bónus aos funcionários em 10 anos, Segurança Social não atribui prémios
Fundo junta receitas das cobranças coercivas no fisco e reverte como bónus para os trabalhadores dos impostos. Na Segurança Social o mesmo não acontece. Polícias criticam distinção no setor públ
Parlamento Europeu aprova novo regulamento para índices de referência de contratos financeiros
O regulamento que visa um controlo mais apertado e aumentar a transparência de índices, como a Libor e a Euribor, utilizados como referência em contratos financeiros.
Presidente do Supremo critica poder dos tribunais internacionais
Henriques Gaspar considerou que, por exemplo, os tribunais europeus estão a funcionar como uma quarta instância de recurso.
Magistrados admitem que falta formação a juízes e procuradores para lidar com crimes económicos
“Ainda há um longo caminho a percorrer", diz o presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público.
Recorre-se cada vez mais a PPR para pagar casa
A possibilidade de recorrer a Planos de Poupança-Reforma para pagar empréstimos à habitação ficou disponível em 2013 e desde então tem-se tornado cada vez mais frequente.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro