facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

GNR levanta mais de quatro mil contra-ordenações em dois dias

radar transitoNo âmbito da operação “Hermes - Viajar em Segurança”, que terminou à meia-noite de quinta-feira.

A GNR levantou mais de quatro mil contraordenações, das quais 250 muito graves, durante os dois dias da operação “Hermes - Viajar em Segurança”, que terminou na quinta-feira à meia-noite, indicou a corporação.

Segundo avançou à Lusa fonte da GNR, foram fiscalizados 12.725 condutores, tendo sido elaboradas 4.037 contraordenações, das quais 250 muitos graves e 1.541 graves.

Esta foi a terceira fase da "operação Hermes", que visa controlar os condutores nos períodos em que normalmente há regressos e idas de férias, como é o caso do final de Julho e início de Agosto.

A operação envolveu mais de 2.800 militares, que fizeram quase setenta mil controlos de veículos nas estradas de todo o país.

Nestas acções, os militares da GNR testaram 9.562 condutores para verificar os níveis de álcool no sangue, tendo verificado excessos em 169 e detido 54.

A maior parte dos registos foi, no entanto, provocada por excesso de velocidade, tendo sido contabilizados quase 1.300 condutores em velocidade exagerada.

Além disso, foram verificados 258 casos de falta de cinto de segurança ou cadeiras de crianças, além de 178 veículos sem inspeção, 156 condutores a usar o telemóvel e 106 sem seguro.

Mais de 30 dos condutores controlados não tinha carta de condução em dia, enquanto 32 veículos estavam com carga a mais e 16 com carga mal condicionada.

A operação “Hermes -Viajar em Segurança”, que se realiza entre 28 de Junho e 1 de Setembro, em cinco fases, compreende ainda mais duas fases, que vão decorrer a 14 e 15 de Agosto e de 30 de Agosto a 1 de Setembro.

in Público | 02-08-2013

Também com interesse
Casas alugadas com rendas baratas chegaram a 2800 famílias
Mercado social de arrendamento destina-se à classe média, que não cumpre critérios para ter habitação social.
 Há menos jovens internados em centros educativos
O número de jovens internados em centros educativos era, no final de dezembro, de 251, o valor mais baixo dos últimos dois anos, segundo a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).
Estado encaixa quase 700 milhões com taxas e multas
As receitas com taxas e multas cresceram 21% até Setembro. Um dos maiores aumentos foi registado nas receitas das infracções ao Código da Estrada, avança o Público.
Trabalho não declarado: é “urgente” mudar a lei, diz inspetor-geral
Pedro Pimenta Braz diz que compensa mais às empresas não cumprir a lei atual, uma vez que as coimas previstas têm valores muito baixos.
Sobretaxa de IRS no terceiro escalão acaba a partir de hoje
Os contribuintes do terceiro escalão de rendimentos, que recebem entre 20.261 e 40.522 euros por ano, deixam hoje de pagar sobretaxa de IRS, de acordo com o Orçamento do Estado de 2017 (OE2017).
Comissão de Dados denuncia abusos na exigência de cópias do Cartão do Cidadão
Há um "claro abuso na exigência de fotocópias ou de digitalizações de documentos de identidade" que está a potenciar os casos de usurpação de identidade e "exige uma intervenção u
BdP instaurou 64 processos de contraordenação contra 25 instituições
O Banco de Portugal (BdP) abriu 64 processos de contraordenação contra 25 instituições no ano passado, mais oito do que em 2013, a maioria dos quais resultantes da análise feita às reclamações d
Governo altera regime da publicidade institucional
O Governo vai aumentar as comparticipações para empresas de comunicação social regionais e locais que procedam a "mudança para era digital" e para órgãos localizados em territórios de baixa densidade, assim como alterar o regime da publicidad

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro