facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Campanha eleitoral dá lucro aos partidos

eleicoesUma lei prevê que os partidos estão isentos de IVA, mesmo nos gastos para as campanhas eleitorais. O que significa que muitos podem lucrar com as campanhas, quando o valor daquele imposto lhes é devolvido pelo Fisco, avança o Sol. Até hoje, os que mais dinheiro ganharam foram o PS e o Bloco de Esquerda.

A lei de financiamento prevê que os partidos estão isentos do pagamento de IVA, mesmo no que se refere às despesas com as campanhas eleitorais.

A norma vem de 1996, data de um despacho polémico sobre a matéria, e foi reiterada em 2006 pelo então secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, que considerou que o direito ao reembolso “abrange o IVA das campanhas eleitorais”, de acordo com a edição online do jornal Sol.

Por isso, todos os anos, os partidos que façam a solicitação e o reporte de gastos recebem, da Autoridade Tributária, o reembolso de 23% do valor despendido em período de campanha.

Tal tem acontecido com o Partido Socialista e com o Bloco de Esquerda, que consideram que este é um direito que lhes assiste.

Questionados pelo Sol sobre a matéria, os bloquistas não quiseram comentar a polémica. Já socialista Miguel Laranjeiro disse que “vai respeitar a lei, como sempre fez”, ou seja, continuar a pedir reembolso do IVA.

Contudo, o secretário-geral do PSD, José Matos Rosa, garantiu que “o PSD entende que só pode pedir o reembolso do IVA nas despesas de gestão corrente do partido e, portanto, nas campanhas eleitorais não o faz nem o pode fazer”. Da mesma forma actua o PCP, de acordo com uma fonte oficial.

O CDS já foi obrigado a devolver verbas do IVA recebidas através do Parlamento. Por isso, o secretário-geral, António Carlos Monteiro, espera que “os critérios sejam aplicados de forma igual para todos, sem excepção”.

Os gastos dos cinco principais partidos em campanha eleitoral, em 2011, rondou os 10,5 milhões de euros, pelo que se todos tivessem pedido reembolso de IVA, o Estado teria desembolsado cerca de dois milhões de euros.

Para a Entidade das Contas, está-se perante duas interpretações diferentes da lei, feitas pelos partidos, que não deveriam receber o reembolso, sob pena de acabarem a lucrar com as campanhas.

in Noticias ao Minuto | 17-10-2013

Também com interesse
IFFRU 2020 – Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas
Para efeitos do apoio à reabilitação urbana, são elegíveis as intervenções de reabilitação integral de edifícios com idade igual ou superior a 30 anos.
Fisco avisa: 'Novo Portal de Finanças' é estranho ao Ministério das Finanças
A Autoridade Tributária e Aduaneira, num aviso publicado no portal, esclarece que está a circular uma mensagem a publicitar um site com o título "Novo Portal de Finanças Online" que não deve ser confundido com o Portal das Finanças.
Mais de cem jovens com menos de 25 anos mudaram de sexo no registo civil
Desde Março de 2011, 109 jovens entre os 18 e os 24 anos alteraram o género que consta dos seus documentos. Propostas do Governo, do BE e do PAN prevêem descida de idade legal para os 16 anos.
Perto de 40% dos arguidos com pulseira electrónica por violência doméstica
Ao longo de 2014, a pulseira electrónica foi aplicada a 313 agressores de violência doméstica e terminaram este regime 235.
Rendas Balcão Nacional de Arrendamento emitiu 193 títulos de despejo
O Balcão Nacional de Arrendamento (BNA) emitiu, até final de maio, 193 títulos de desocupação de casas, segundo os últimos dados do Ministério da Justiça, que registou 1.867 requerimentos de despejo até final de junho.
Escolas privadas admitem que novo estatuto traz mais liberdade no acesso
O presidente da associação que representa as escolas particulares classificou hoje como satisfatória a proposta do novo estatuto dos estabelecimentos privados, referindo que, "basicamente, consagra o que já existia", mas admitiu que se facilita o
135 testamentos vitais registados em menos de um mês
Em menos de um mês, 135 pessoas expressaram os tratamentos que pretendem ou não receber em caso de doença através do Registo Nacional do Testamento Vital (RENTEV), em vigor desde 1 de Julho.
ASAE tem cerca de 1.600 processos em risco de prescrição
Dos quase 21 mil processos em pendência, o inspector-geral estima que 8% estejam em risco de prescrição. Pedro Portugal Gaspar salientou no Parlamento a redução de quase nove mil processos em pendência desde 20

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro