facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Máquina do Fisco não cobra só impostos, funcionários não gostam

financasAs novas competências da máquina de cobranças do Estado não estão a ser bem-aceites pelos trabalhadores da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT). Segundo o Diário Económico, as cobranças de taxas municipais, taxas moderadoras, portagens e até mesmo bilhetes de autocarro têm sido criticadas pelos funcionários do Fisco.

Noticia completa aqui.

in Noticias ao Minuto | 10-11-2014

Também com interesse
 Prazo para agricultores se registarem nas Finanças adiado para outubro
O novo prazo é agora o de 31 de outubro. O Governo justifica o adiamento com as várias questões levantadas pelos pequenos agricultores sobre as novas regras.
Jesus entre os que pagaram para limpar cadastro
O treinador do Benfica foi um dos 61 mil arguidos que pagaram uma ‘multa’ aplicada pelo Ministério Público (MP) para serem dispensados de julgamento e, deste modo, ficarem sem cadastro criminal. Em dois anos, foram pagos no total 200 milhões d
Governo estende aumentos salariais de 0,6% no sector do vestuário
Portaria de extensão foi publicada esta quarta-feira e entra em vigor em cinco dias. Aumentos médios de 0,6% têm efeitos já a partir deste mês.
Parlamento vota na segunda-feira 40 horas de trabalho para a Função Pública
A Assembleia da República vota na segunda-feira  as iniciativas legislativas da requalificação na Função Pública e o aumento  do horário de trabalho para 40 horas semanais, na 'maratona' de votações  do último plenário antes
 Tribunal prepara-se para chumbar duas normas do Orçamento
Juízes do Constitucional não terão dado luz verde ao corte nos subsídios de férias e à taxa de solidariedade para as pensões, avança a TVI 24.
Presidente promulga simplificação para candidaturas independentes às autárquicas
O Presidente da República promulgou o diploma do parlamento mas sublinhou que considera que não se foi "tão longe quanto seria desejável".
Filhos de pai incógnito quase duplicaram num ano
Desde 1977 que a lei portuguesa proíbe o registo de crianças com pai incógnito, mas o número de casos destes tem vindo a aumentar de ano para ano desde 1013 e quase duplicou de 2015 para 2016, avança hoje o Jor
Procuradora-geral quer partir mega processos para acelerar acusações
Joana Marques Vidal anuncia prioridades: quer canais de comunicação mais rápidos com polícias estrangeiras para prevenir terrorismo e quer que seja o mesmo procurador a estar na investigação e na fase de julg

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro