facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Venda de armas de colecção e uso em filmes obrigados a ter alvará

Os comerciantes que se dediquem à venda ou leilão de armas de colecção são obrigados a ter um alvará que a tal os autorize, cumprindo um conjunto de requisitos de segurança. O mesmo acontece com a utilização de armas para espectáculos ou filmes. Alvará custa 300 euros.

armas

Noticia completa aqui.

in Jornal de Negócios | 24-07-2017

 

Relacionado: Portaria n.º 224/2017, de 24 de julho

 

Também com interesse
Crime económico desvia 50 mil milhões por ano
É um número que peca por defeito. E muito. Mas os investigadores do Observatório de Economia e Gestão de Fraude (Obegef), da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, calculam que o crime económico tenha um
 Nunca houve tão poucos a descontar para a Segurança Social
Em Junho, 2,9 milhões de pessoas faziam descontos, o número mais baixo de sempre. Há, por outro lado, 3,7 milhões de beneficiários.
Procuradoria defende criação nominal do crime de mutilação genital feminina
A Procuradoria-Geral da República e a Ordem dos Advogados disseram hoje, no Parlamento, que aprovam a autonomização do crime de mutilação genital feminina (MGF) no Código Penal português.
Cibercrime com maior crescimento no crime económico
A investigadora do Observatório de Economia e Gestão de Fraude (OBEGEF) da Universidade do Porto Aurora Teixeira destacou hoje o "cibercrime" como a vertente do crime económico que mais tem crescido em Portugal e internacionalmen
Governo aplica decisão do Constitucional nas prestações sociais a partir de Julho
As taxas sobre os subsídios de doença e de desemprego tinham uma receita estimada de 96,3 milhões de euros em 2014.
Porta 65: Muitos dos candidatos sem apoio, Governo quer corrigir
Mais de 40% dos jovens candidatos ao Porta 65 não conseguiram apoio ao arrendamento, segundo dados do Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU), no período entre 2007 e 2016.
 Novo mapa judiciário pode entrar em vigor antes do final do ano
Organização judiciária poderá entrar em vigor mais cedo do que previsto.
Governo lança aplicação que pode localizar cidadãos em emergência no estrangeiro
O Governo vai lançar na quarta-feira uma aplicação para equipamentos de comunicação móveis que permitirá localizar, em caso de emergência, mais facilmente os portugueses em viagem no estrangeiro,

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro