facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Venda de armas de colecção e uso em filmes obrigados a ter alvará

Os comerciantes que se dediquem à venda ou leilão de armas de colecção são obrigados a ter um alvará que a tal os autorize, cumprindo um conjunto de requisitos de segurança. O mesmo acontece com a utilização de armas para espectáculos ou filmes. Alvará custa 300 euros.

armas

Noticia completa aqui.

in Jornal de Negócios | 24-07-2017

 

Relacionado: Portaria n.º 224/2017, de 24 de julho

 

Também com interesse
Nova Lei Geral do trabalho em funções públicas entra em vigor em Janeiro
A nova Lei Geral do Trabalho em funções públicas vai entrar em vigor em janeiro do próximo ano, disse hoje o Secretário de Estado da Administração Pública.
A cada 15 segundos, acontece um caso de fraude financeira
Estudo de entidade britânica mostra uma realidade preocupante para o bolso dos contribuintes. Burlões apostam cada vez mais no roubo de informações para contrariar os avançados sistemas de segurança dos banc
Recibos Verdes: Se quer mudar de escalão, só tem mais uma semana
Os trabalhadores independentes estão prestes a ficar sem oportunidade de alterar o nível de descontos deste ano. Tome atenção e não deixe passar o prazo.
Por cada 100 processos findos nos tribunais, 172 ficam pendentes
Por cada 100 processos findos em 2016 nos tribunais judiciais portugueses, 172 ficaram pendentes, segundo dados estatísticos divulgados hoje pela Pordata.
TSU: Publicado diploma que revoga medida 'chumbada' no parlamento
Uma resolução da Assembleia da República, hoje publicada, revoga a descida da Taxa Social Única (TSU) em 1,25 pontos percentuais, após o 'chumbo' à medida no parlamento.
Empresas: atrasos no pagamento da TSU vão dar multa
A partir de março, as empresas que se atrasarem a pagar as contribuições à Segurança Social vão passar a ser notificadas para pagar multas que podem ir até aos 2.400 euros.
Regime excecional para reabilitação urbana publicado em Diário da República
O diploma sobre a dispensa por sete anos do cumprimento de algumas normas técnicas na reabilitação urbana foi hoje publicado em Diário da República.
Tribunais perdem dez vezes mais tempo com crimes de corrupção
Em Portugal, os crimes de corrupção e fraude demoram dez vezes mais tempo a ser resolvidos que outro género de crimes, refere o Diário de Notícias.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro