facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Venda de armas de colecção e uso em filmes obrigados a ter alvará

Os comerciantes que se dediquem à venda ou leilão de armas de colecção são obrigados a ter um alvará que a tal os autorize, cumprindo um conjunto de requisitos de segurança. O mesmo acontece com a utilização de armas para espectáculos ou filmes. Alvará custa 300 euros.

armas

Noticia completa aqui.

in Jornal de Negócios | 24-07-2017

 

Relacionado: Portaria n.º 224/2017, de 24 de julho

 

Também com interesse
Dívidas ao Fisco mais do que duplicaram em 2016
O valor das dívidas fiscais prescritas totalizou 306,3 milhões de euros em 2016, mais do que duplicando face aos 136,5 milhões de euros do ano anterior.
Apostas online já são legais em Portugal
No site do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos do Turismo de Portugal (SRIJ) foi divulgado um comunicado que dá conta da emissão da "primeira licença para a exploração de ap
Juízes são os primeiros a ter aumentos no pós-troika
Magistrados colocados a 1 de setembro em 77 novos tribunais especializados subiram de escalão e tiveram mil euros de aumento.
Primeira alteração ao novo mapa judiciário em debate esta quarta-feira
O diploma com as primeiras alterações ao novo mapa judiciário, destinado a aproximar a justiça dos cidadãos, é apresentado na quarta-feira no parlamento pela ministra da Justiça, que pretende por as
Governo quer impor mobilidade na Função Pública ainda este ano
Cláusula que protege a maioria dos trabalhadores do Estado de novas formas de despedimento, e que o Governo queria revogar, será mantida. Governo descarta mudanças no processo disciplinar.
Multa máxima para lares que funcionam ilegalmente sobe para 40 mil euros
"Os montantes de coimas em vigor não dissuadiam repetidas infracções, em particular nas estruturas residenciais para pessoas idosas", sublinha o ministério da Segurança Social, que quadruplicou valor da multa máxima para quem funciona sem licen
Fisco faz raide a inventários de 3500 empresas
Menos de um mês depois de ter terminado o prazo para a comunicação dos inventários, o fisco foi para o terreno e conferiu 3500 empresas.
Governo facilita licenciamentos no comércio, serviços e restauração
Novo regime de "licenciamento zero" vai implicar reforço da fiscalização e agravamento de coimas.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro