facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Mais de 8 mil novos funcionários públicos entre Abril e Junho face a 2016

O número de funcionários públicos aumentou 1,3% no segundo trimestre deste ano, face a igual período de 2016, para 668.043 postos de trabalho, de acordo com a Síntese Estatística do Emprego Público.

admin publica

Noticia completa aqui.

in Jornal de Negócios | 16-08-2017

 

Também com interesse
Taxas máximas nos cartões de crédito renovam mínimo histórico
Pelo décimo trimestre consecutivo, as taxas máximas a aplicar nos cartões de crédito vão recuar a partir de 1 de Julho, revelou o Banco de Portugal.
Diário da República eletrónico totalmente disponível
O Conselho de Ministros aprovou o alargamento do serviço público de acesso universal e gratuito ao Diário da República, disponibilizando todo o seu conteúdo, acabando com o sistema de assinaturas.
Segurança Social dá 12 folgas por ano e tem um chefe por cada 4,5 funcionários
Auditoria aos recursos humanos da DGSS detetou duas coordenadoras técnicas a chefiarem um e três trabalhadores, respetivamente.
Marinho Pinto acusa conselho superior de prejudicar candidata
O bastonário acusa advogados e agências de comunicação de serem responsáveis pela forma como a imprensa tem tratado as eleições para a Ordem.
Dois milhões de contribuintes dispensados de entregar IRS
A nova reforma do IRS ampliou o escalão mínimo de rendimento a declarar ao fisco, pelo que dois milhões de pessoas ficarão dispensadas de entregar a declaração anual de IRS já no próxi
Advogados baixam tabelas e dedicam-se mais a falências e a despedimentos
Escritórios de advogados tiveram de se adaptar à crise. Admitem que baixaram honorários e que há mais clientes que não pagam.
 PGR arquiva inquérito de sabotagem ao CITIUS
A Procuradoria Geral da República afirma, em comunicado, que o inquérito relacionado com a plataforma informática CITIUS foi arquivado. A PGR não encontrou indícios que levassem à continuação da investigação.
Funcionários judiciais obrigados a recusar prendas
A Direção-Geral da Administração da Justiça concretizou uma lista de medidas anticorrupção em que, os funcionários judiciais são obrigados a recusar prendas nas suas funções, conta o Diário de Notícias.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro