facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Governo prepara mais incentivos fiscais para quem pedir factura

dividasO Governo está reunido e deverá aprovar ainda hoje o Orçamento do Estado Rectificativo. A TSF avança que o Executivo prepara-se para triplicar o incentivo fiscal para quem pedir factura em reparações de automóveis ou motociclos, cabeleireiro, restauração e alojamento.

O Orçamento do Estado (OE) Rectificativo, que o Executivo tem até sexta-feira para apresentar, deverá aumentar os benefícios fiscais, em sede de IRS, para quem apresente facturas de reparação automóvel e de motociclos, cabeleireiro, restauração, e alojamento. O incentivo fiscal deverá passar para 15% do IVA pago, diz a TSF.

No OE para 2013 estava incluído 5% do IVA, com um limite até 250 euros, um valor que, segundo a estação de rádio, se manterá no documento que está a ser preparado pelo Executivo.

Com esta alteração, os contribuintes conseguirão chegar àquele valor, já que com benefício de 5% do IVA pago, os contribuintes teriam de gastar uma quantia avultada para conseguir atingir os 250 euros de benefício máximo.

in Jornal de Negócios | 30-05-2013

Também com interesse
Facturas que dão créditos fiscais (afinal) são só 7%
De acordo com as novas regras de facturação, os consumidores finais podem usufruir de benefícios fiscais caso façam incluir o seu número de contribuinte em facturas relativas a restauração, oficinas ou cabeleireiros. Porém, dos 82,2 milhões
Impostos vão poder ser pagos por débito direto
Imposto Único de Circulação (IUC) e Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) poderão ser cobrados diretamente pelo banco, evitando que os contribuintes incorram em multas por atrasos no pagamento.
Funcionários públicos com netos e filhos até aos 12 anos já podem trabalhar em part-time
Avós com netos menores de 12 anos e trabalhadores com filhos até essa idade ou com deficiência ou doença crónica já podem pedir ao empregador para trabalhar "meia jornada", recebendo 60% do salário, seg
 Prova para contratados obrigatória a partir de 2014
Crato exige 14 valores na prova de acesso à profissão para os contratados, a partir de Janeiro de 2014.
Redução da TSU deixa de fora trabalhadores contratados a partir de Junho
Governo aprovou na quinta-feira o aumento do salário mínimo para 505 euros e diploma que alivia encargos das empresas.
Assunção Esteves nega a rectificação da lei do trabalho à maioria
Maioria quis fazer correcções à lei que define valor das indemnizações, mas presidente do parlamento travou essa intenção.
Emigram por dia 273 portugueses
Emigração para países exteriores à União Europeia mais do que triplicou entre 2010 e 2011, e as remessas atingiram o valor mais alto desde 2002.
Publicado diploma que agrava multas para lares e creches ilegais
O novo regime de licenciamento e de fiscalização de estabelecimentos de apoio social foi hoje publicado no Diário da República, agravando até aos 40 mil euros as coimas para ilegalidades em lares, creches e outros estabelecimentos sociais.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro