facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Clique e Receba os nossos Destaques no seu Email.

Subscreva a Newsletter e receba os nossos destaques no seu email.

Noticias

Deco chumba centros de inspecção automóvel

carros autoestradaAssociação do sector acredita que centros de inspeção sejam rigorosos.

A Deco acusou 30 centros de inspeção automóvel de pôr em risco a segurança rodoviária, já que não detetaram vários problemas em viaturas preparadas de propósito, que a associação levou à inspeção.A acusação é publicada na edição de novembro da revista da Deco, a Proteste, na sequência de uma ação de verificação do rigor dos Centros de Inspeção Obrigatória que levou a Deco a visitar, de modo anónimo, 30 unidades de inspeção de veículos.O presidente da Associação Nacional de Centros de Inspeção (ANCIA) disse hoje acreditar que as entidades de inspeção são rigorosas, apesar de acusações contrárias feitas pela Deco, e sublinhou que a fiscalização compete ao Instituto dos Transportes.“O sistema de inspeções de veículos em Portugal está a funcionar e contribui decisivamente para a segurança rodoviária ao assegurar que os veículos se encontram em condições para circular na via pública”, afirmou Fernando Teixeira, em declarações à agência Lusa.Garantindo acreditar que os centros de inspeção “exercem a atividade de forma rigorosa e sempre com o objetivo de prestar um serviço de maior qualidade ao utente”, o presidente da ANCIA admitiu desconhecer os pormenores do estudo feito pela associação de Defesa dos Consumidores, mas criticou eventuais incumprimentos.“A ANCIA, enquanto associação do setor, sempre censurou e continuará a censurar todos e quaisquer atos que possam colocar em causa o cumprimento da legislação em vigor e da segurança rodoviária”, admitiu.No entanto, referiu Fernando Teixeira, “os centros de inspeção são entidades acreditadas pelo Instituto Português de Acreditação” e cuja fiscalização “compete ao IMT [Instituto da Mobilidade Terrestre]”.Competência que, segundo assegurou, tem sido exercida “através de ações de fiscalização que efetua com frequência aos centros de inspeção”.

in ionline | 24-10-2013

Também com interesse
Novo IMI. Entrega da declaração para heranças chega dia 15
Heranças sem partilhas de valor superior a 600 mil euros podem contornar AIMI se todos os herdeiros acordarem entregar declaração.
2015 vai ter nove feriados e a possibilidade de três fins de semana prolongados
O calendário do próximo ano não contempla o regresso de nenhum dos feriados suprimidos. A boa notícia é que três feriados calham à sexta-feira. Veja e imprima o calendário feito pelo Observador.
Saúde pode aceder a dados do Fisco para notificar quem não paga
A maioria parlamentar PSD/CDS-PP quer que Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) possa aceder aos dados fiscais dos utentes que não paguem taxas moderadoras para os notificarem em caso de incumprimento.
BdP propõe mudanças nas comissões das contas à ordem
O supervisor bancário lançou hoje uma série de recomendações sobre boas práticas no comissionamento de contas de depósito à ordem, considerando que, por exemplo, a anuidade do cartão de débito deve ser englobada na comissão da conta à ord
PGR alerta para
A Procuradora-Geral da República (PGR) alertou hoje para a "grave carência de funcionários e magistrados" que exige a "urgente abertura de concurso para admissão ao Centro de Estudos Judiciários".
Estado apoia regresso ao ensino superior com três mil bolsas de 1200 euros anuais
O programa Retomar, que arranca no próximo ano letivo para os estudantes do ensino superior que queiram retomar os estudos, vai atribuir anualmente três mil bolsas de estudo, no valor de 1200 euros cada.
Falha de novo sistema informático agrava atrasos da Justiça
Os agentes de execução de penas dizem que muitos dos processos judiciais em que trabalham não podem ser concluídos por falha do novo sistema informático.
Despedimentos colectivos vão dar direito a 12 dias de salário por ano
Compensações baixam para 12 e 18 dias em Outubro. Actuais contratos também serão abrangidos.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro