facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Clique e Receba os nossos Destaques no seu Email.

Subscreva a Newsletter e receba os nossos destaques no seu email.

Noticias

Deco chumba centros de inspecção automóvel

carros autoestradaAssociação do sector acredita que centros de inspeção sejam rigorosos.

A Deco acusou 30 centros de inspeção automóvel de pôr em risco a segurança rodoviária, já que não detetaram vários problemas em viaturas preparadas de propósito, que a associação levou à inspeção.A acusação é publicada na edição de novembro da revista da Deco, a Proteste, na sequência de uma ação de verificação do rigor dos Centros de Inspeção Obrigatória que levou a Deco a visitar, de modo anónimo, 30 unidades de inspeção de veículos.O presidente da Associação Nacional de Centros de Inspeção (ANCIA) disse hoje acreditar que as entidades de inspeção são rigorosas, apesar de acusações contrárias feitas pela Deco, e sublinhou que a fiscalização compete ao Instituto dos Transportes.“O sistema de inspeções de veículos em Portugal está a funcionar e contribui decisivamente para a segurança rodoviária ao assegurar que os veículos se encontram em condições para circular na via pública”, afirmou Fernando Teixeira, em declarações à agência Lusa.Garantindo acreditar que os centros de inspeção “exercem a atividade de forma rigorosa e sempre com o objetivo de prestar um serviço de maior qualidade ao utente”, o presidente da ANCIA admitiu desconhecer os pormenores do estudo feito pela associação de Defesa dos Consumidores, mas criticou eventuais incumprimentos.“A ANCIA, enquanto associação do setor, sempre censurou e continuará a censurar todos e quaisquer atos que possam colocar em causa o cumprimento da legislação em vigor e da segurança rodoviária”, admitiu.No entanto, referiu Fernando Teixeira, “os centros de inspeção são entidades acreditadas pelo Instituto Português de Acreditação” e cuja fiscalização “compete ao IMT [Instituto da Mobilidade Terrestre]”.Competência que, segundo assegurou, tem sido exercida “através de ações de fiscalização que efetua com frequência aos centros de inspeção”.

in ionline | 24-10-2013

Também com interesse
Taxa Supletiva de Juros Moratórios - Comerciais - 1.º Semestre 2017
Já está publicado no site da Direção-Geral de Tesouro e Finanças, o aviso, que aguarda publicação em Diário da República, que estabelece as taxas supletivas de juros moratórios (co
Dívidas incobráveis disparam e batem recordes nos primeiros meses do ano
A lista dos devedores crónicos, que permite detetar situações de incobrabilidade das dívidas - por falta de bens penhoráveis - não tem parado de aumentar desde janeiro deste ano.
Prorrogação de Prazo para entrega de Declarações
Conforme consta do Portal das Finanças, foi prorrogado até 19 de fevereiro de 2016, sem quaisquer penalidades ou acréscimos, o prazo para entrega das seguintes declarações:
 Descontos em cartão e mega-promoções com vigilância apertada
ASAE vai tomar as rédeas da fiscalização, de acordo com o novo diploma que deve entrar em vigor antes de 2014. Estão previstas multas avultadas.
Desempregados: é mesmo o fim da apresentação a cada 15 dias
Obrigação de se apresentar numa junta de freguesia ou num centro de emprego é eliminada da lei a partir de 1 de outubro.
Fisco inspeciona arrendamentos a estudantes
Ofertas aumentaram este ano, a acompanhar um maior número de alunos, mas concorrência de imóveis locais para o turismo faz elevar os preços. Situações ilegais prejudicam os mais carenciados.
Escrituras vão ter de dizer como são pagas as casas
As medidas constam da proposta de lei que transpõem as regras europeias de prevenção do branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo.
Sistema de recolha de animais mortos continua suspenso
O sistema de recolha de animais mortos em explorações agrícolas, que está suspenso desde 26 de agosto, devia ter sido retomado na sexta-feira passada, mas aguarda ainda o visto do Tribunal de Contas.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro