facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Mulheres portuguesas têm pensões 31% mais baixas do que os homens

igualdade homens mulheresAs mulheres portuguesas recebem, em média, pensões 31% mais baixas do que as dos homens, um valor ainda assim abaixo dos 38% da média europeia, revela um estudo do Instituto Europeu para a Igualdade de Género (EIGE).

Noticia completa aqui.

in Público | 19-06-2015

Também com interesse
 Cavaco aprova aumento do horário na Função Pública
O Presidente da República promulgou o diploma que estabelece o aumento para 40 horas semanais do horário de trabalho.
Coimas aplicadas pela Anacom cresceram mais de 51% em 2016
Regulador cobrou perto de um milhão de euros em coimas aplicadas na sequências de processos de contraordenação, por violação de deveres de informação e práticas comerciais desleais.
Retificação de Maastricht esclarece variações da inflação e dos juros
Retificações da ata do Tratado de Maastricht, de 1992, publicadas hoje no Diário da República, indicam que os valores referentes à variação das taxas de inflação e do juro nominal devem s
Ordem para não mexer muito na Justiça
Após quatro anos em que praticamente não ficou pedra sobre pedra na Justiça, a ordem agora no novo Governo PSD-CDS é estabilizar, completar e avaliar as reformas feitas.
Cartão de cidadão, passaporte e carta vão poder ser tratados ao mesmo tempo já este mês
Os três documentos podem ser feitos na conservatória no mesmo dia, a partir deste mês, anunciou a secretária de Estado da Justiça.
Estado gasta mais milhões em consultoria externa do que em comida
Em apenas uma semana, o Estado português desembolsou cerca de 3,5 milhões de euros na contratação de consultores externos. Em contrapartida, as despesas com produtos alimentares e refeições fixaram-se em 2,6 milhões de euros, dá conta a ediç
MB Way chegou para facilitar e para... aumentar as comissões
Banca está a cobrar mais por operações através da aplicação de smartphone. Ferramenta da SIBS serve mesmo para colocar custos em serviços normalmente gratuitos.
Mais de 24 mil professores podem chumbar na prova de avaliação e dar aulas para o ano
O MEC obriga todos os contratados a fazerem a prova, mas permite que até ao fim de 2014 aqueles que têm cinco ou mais anos de serviço se candidatem chumbados.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro