facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Noticias

Presidente promulga "de imediato" Orçamento do Estado de 2017

O Presidente da República anunciou a promulgação "de imediato" do Orçamento do Estado de 2017 e, no momento do discurso, apresentou "quatro desafios sérios e fundamentais que se colocam à aplicação do Orçamento".

marcelo rebelo sousa

Noticia completa aqui.

in Noticias ao Minuto | 21-12-2016

 

Também com interesse
Filhos de pai incógnito quase duplicaram num ano
Desde 1977 que a lei portuguesa proíbe o registo de crianças com pai incógnito, mas o número de casos destes tem vindo a aumentar de ano para ano desde 1013 e quase duplicou de 2015 para 2016, avança hoje o Jor
Ministra quer mexer nas custas judiciais para criar sistema
No ano passado, além de uma quebra nas receitas líquidas com custas, o apoio judiciário consumiu 85% da receita. Ministra quer "repartição mais justa dos benefícios" e "financiamento alternativo".
Maioria das prestações sociais continua em queda
O primeiro semestre do ano, comparado com período homólogo, revela que menos pessoas são abrangidas por abono, RSI e CSI. Mais há mais gente com baixa por doença.
Estado encaixa quase 700 milhões com taxas e multas
As receitas com taxas e multas cresceram 21% até Setembro. Um dos maiores aumentos foi registado nas receitas das infracções ao Código da Estrada, avança o Público.
Tribunais fechados reabrem como balcões com julgamentos obrigatórios
Cidadãos vão passar a poder interpor acções na área de família e menores nas instâncias locais, mais disseminadas pelo país. Mudanças arrancam em Janeiro do próximo ano, de forma
Agentes judiciais (já) podem aceder às bases de dados públicas
Ficou hoje decidido, em Conselho de Ministros, que os administradores judiciais podem agora ter acesso às bases de dados públicas.
Governo quer criar uma base de dados de Violência Doméstica
O Governo quer criar uma Base de Dados de Violência Doméstica, onde constarão ocorrências, avaliações de risco e decisões, que serão acessíveis a “utilizadores institucionais” e
Juízes defendem em acórdão que sexo já não é importante aos 50
Supremo Tribunal Administrativo reduziu indemnização a mulher de 50 anos que, por erro médico, não consegue ter sexo. Nesta idade, o sexo "não tem importância que assume em idades mais jovens".

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro