facebookrssyoutubetwitter

INFOJUS

LEGISLAÇÃO

ÚTIL

Clique e Receba os nossos Destaques no seu Email.

Subscreva a Newsletter e receba os nossos destaques no seu email.

Noticias

Câmaras de videovigilância nas ruas já podem gravar sons

O Ministério da Administração Interna tem luz verde da Procuradoria-Geral da República, uma vez que o quadro legal português permite o recurso a este tipo de gravação caso se verifique “um perigo concreto para a segurança das pessoas e bens”.

vigilancia video

Noticia completa aqui.

in Jornal Económico | 15-08-2017

 

Também com interesse
Imóveis entregues à banca por falta de pagamento estão a estagnar
Aumentam as perdas dos bancos com a venda das casas recebidas por falta de pagamento. Banca trava novas entregas e reforça nas vendas.
Insolvências encerraram 612 empresas por mês até novembro
Insolvências abrandam mas as constituições de novas empresas também desaceleram. Estas são as principais conclusões de um estudo da Ignios sobre a conjuntura empresarial em Portugal.
Estudantes do ensino superior vão ter novamente uma linha de crédito bonificado
Os estudantes do ensino superior vão ter de novo uma linha de crédito bonificado. Até 2020 o Governo pretende que sejam disponibilizados 80 milhões de euros, sendo que entre 2007 e 2015 foram pedidos 250 milhões de
Raide inspetivo deteta 325 trabalhadores não declarados
Em apenas uma semana, a Autoridade para as Condições do Trabalho detetou 325 trabalhadores não declarados e 26 falsos recibos verdes.
Prazo para reclamar despesas de IRS acaba hoje
Ministério das Finanças disponibilizou uma página no Portal das Finanças dedicada à consulta das despesas, permitindo que os contribuintes reclamassem caso discordassem.
Há um procurador para 7.310 habitantes
Relatório da Procuradoria Distrital de Lisboa sublinha a falta de meios humanos na Grande Lisboa, nos Açores e na Madeira e lembra que com o apagão do Citius se perderam informações processuais.
Investigações do DCIAP são o que mais atrasa a justiça
Apenas em quatro de 16 processos analisados pelo i se perde mais tempo noutras fases que não o inquérito. É no DCIAP que eles demoram mais.
Consumidores com novos direitos a partir de dia 23
Serviços de resolução alternativa de litígios devem ser "disponibilizados pelas entidades" e são tendencialmente gratuitos para o consumidor.

collex debates discursos lexpoint vida economicaupt parceiro